LIVROS

[Livro] A Invocação

TÍTULO ORIGINAL: The Summoning – Darkest Powers I

AUTOR(A): Kelley Armstrong
EDITORA: Novo Século
PÁGINAS: 302
ISBN: 978857696633
LANÇAMENTO: 2012

 

Sinopse: Meu nome é Chloe Sounders e minha vida nunca mais será a mesma de novo. Tudo o que eu queria era fazer amigos, conhecer garotos, e continuar sendo comum. Eu nem sei mais o que isso significa. Tudo começou no dia que eu vi meu primeiro fantasma – e o fantasma  me viu. Agora há fantasmas por toda a parte e eles não me deixam em paz. Ainda por cima, de alguma maneira eu fui trancafiada na Casa Lyle, um “lar especial” para adolescentes perturbados. Mas o lar não é o que parece. Não diga a ninguém, mas eu acho meus colegas não são o que parecem. A pergunta é, de que lado eles estão? Sou eu quem deve descobrir os perigosos segredos por trás da Casa Lyle… antes que seus esqueletos voltem para me assombrar.

Resenha:
A primeira coisa que eu percebi logo que comecei a ler foi que essa garota, a protagonista, é estranha. Ela meio que é obcecada pela primeira menstruação que ainda não veio. Ela deveria agradecer a Deus porque ninguém merece quase morrer de dor todo mês.
Voltando para a história, tudo começa a ficar realmente interessante quando ela finalmente tem sua primeira menstruação (ela tem 15 anos, está meio atrasada) uma pessoa começa a persegui-la e claro que ele é um fantasma. O modo como a cena é descrita é muito boa, e você acaba entrando na cena. Eu até sonhei com essa cena depois, só que era meu cachorro que estava me perseguindo (kkkk).
Depois dessa cena acontece um monte de coisa e ela se vê na Casa Lyle para adolescentes problemáticos. Um lugar misterioso e que eu estou doida para conhecer. A casa é meio macabra com sótão e porão (coisas básicas para qualquer história de terror), além de alguns adolescentes meio “estranhos”. O mais normal da casa se chama Simon, porém seu irmão Derek é estranho o bastante para que Simon pareça muito normal.
Kelley Armstrong escreveu muito bem todas as cenas e a história em si é bastante envolvente, ou seja, li o livro em um dia e quando acabei fiquei com aquele gostinho de ‘quero muuuito mais’ e ‘Droga, não acredito que um livro já se foi!’. Então recomendo e espero que todos amem que nem eu fiz.